Últimas Notícias
{"effect":"fade","fontstyle":"normal","autoplay":"true","timer":"4000"}

IMPRENSA

< Voltar

Uma salva de palmas ao teatro!

Dia Mundial presta homenagem às artes cênicas, cujos palcos e as imponentes construções que as abrigam encantam visitantes em várias partes do Brasil

Por André Martins

Theatro Municipal de São Paulo. Crédito: Sylvia Masini/Fundação Theatro Municipal de São Paulo

Esta quarta-feira (27) é dia de reverenciar uma das mais antigas manifestações artísticas da humanidade, que ajuda a compor a identidade cultural dos povos. O teatro, utilizado desde a antiguidade como forma de expressão, é o cenário de múltiplas atrações, entre dramaturgia, dança, folclore e música, e os espaços dedicados às apresentações dos seus vários gêneros constituem um importante ativo da oferta turística nacional.

No Dia Mundial do Teatro, a Agência de Notícias do Turismo lista alguns dos palcos mais icônicos do segmento no país, onde é possível inclusive realizar visitas guiadas fora dos horários dos shows. Escolha uma opção e bom espetáculo!

Teatro Amazonas (Manaus) – Inaugurado em 1896 para a apresentação de peças e óperas de companhias europeias, o espaço, símbolo do Ciclo da Borracha, é um dos cartões postais da cidade. O edifício histórico evidencia belezas da arquitetura do século XIX, como uma imponente fachada rosa e uma cúpula composta de 36 mil peças de escamas em cerâmica esmaltada e telhas vitrificadas, representando a bandeira brasileira. Após uma restauração em 1990, o local passou a sediar o Festival Amazonas de Ópera, evento anual que movimenta a capital entre os meses de abril e maio.

Teatro Arthur Azevedo (São Luís) – Construído por comerciantes portugueses no auge do ciclo do algodão e inaugurado em 1817, o espaço foi chamado inicialmente de Teatro União, uma homenagem à criação do Reunido Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Na década de 1920, ganhou o nome atual, em alusão ao dramaturgo maranhense Artur Azevedo (1855-1908). O ambiente é decorado por grandes espelhos de cristal, além de piso em granito com desenhos decorativos. No século XX, o teatro foi descaracterizado e chegou a ser cinema. Em 1989, foi demolido e reconstruído conforme o projeto original.

Theatro Municipal de São Paulo (SP) – Com incentivos fiscais e investimentos de barões do café à época, o Theatro teve a construção iniciada em 1903 e foi inaugurado no ano de 1911. A luxuosa estrutura exibe traços renascentistas e barrocos na fachada, além de abrigar várias obras de arte no seu interior. O espaço também serviu de cenário para um dos principais eventos da história do Brasil: a Semana de Arte Moderna de 1922. Além da casa de espetáculos, o turista tem acesso à Praça das Artes, um complexo cultural dedicado à música, à dança, ao teatro e a exposições.

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (RJ) – Um dos mais imponentes prédios da capital fluminense, o Theatro, inaugurado em 1909, é considerado uma das principais casas de espetáculos do Brasil e uma das mais importantes da América do Sul. Ao longo de sua história, o local recebeu inúmeros artistas internacionais, bem como os principais nomes brasileiros da dança, da música e da ópera. A partir da década de 1930, passou a contar com Orquestra Sinfônica, Coro e Balé próprios, que permanecem ativos. O Theatro ainda conta com escola de dança e academia de ópera.

Teatro Ópera de Arame (Curitiba) – Com estrutura tubular de aço e teto transparente o local, construído em apenas 75 dias na cratera de uma pedreira desativada, é um dos símbolos de Curitiba. Inaugurado em 1992, acolhe todo tipo de espetáculo, do popular ao clássico. Situada entre lagos, vegetação típica e cascatas, formando uma paisagem única, a Ópera integra o Parque das Pedreiras. Em 1993, o espaço foi palco de um histórico concerto do tenor catalão José Carreras, juntamente com a Orquestra Sinfônica Brasileira, durante a festa dos 300 anos de Curitiba.

Theatro São Pedro (Porto Alegre) – Com características neoclássicas, o prédio possui planta retangular, seguindo o modelo de ‘teatro italiano’As obras foram iniciadas em 1833 e sofreram uma interrupção no ano de 1835, devido à Revolução Farroupilha. A retomada ocorreu em 1850, e oito anos depois o espaço foi inaugurado. Interditado na década de 70, teve obras de recuperação iniciadas em 1975, reabrindo em 1984. Alguns elementos internos puderam ser recuperados, como os gradis das galerias. Outros foram recriados, a exemplo dos lustres e da pintura do forro da platéia.

SOBRE A DATA – Criado como forma de promover e difundir o gênero, o Dia Mundial foi estabelecido em 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro, ligado à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A celebração é uma referência à data de inauguração do Teatro das Nações, em Paris. A arte, originalmente iniciada na Grécia antiga, foi utilizada no Brasil durante o século XVI por padres jesuítas para catequisar índios. Foi reconhecida como entretenimento com a vinda da Família Real portuguesa ao Brasil, em 1808, que trazia apresentações de companhias estrangeiras.

Fonte: http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/12539-uma-salva-de-palmas-ao-teatro.html

© 2022 Todos os direitos reservados